You are here

Que cuidados especiais devo ter com o gás natural?

Materiais para as ligações

Nas ligações aos aparelhos a gás deve garantir a utilização dos seguintes materiais: 

  • Tubos metálicos extensíveis ou rígidos (próprios para gás) - em placas, fornos de encastrar, esquentadores e caldeiras;
  • Tubos de borracha: em fogões e aparelhos a gás amovíveis.

De acordo com a lei em vigor, o tubo de borracha deve ser aprovado para o tipo de gás a utilizar e apresentar a respetiva marcação. O tubo de borracha deve ser substituído sempre que: 

  • Seja ultrapassada a validade (inscrita no próprio tubo);
  • Se apresente degradado ou com fissuras. Para um comprimento superior a 1,5 metros, deverá utilizar-se uma ligação metálica extensível ou rígida, própria para gás.

Ventilação e exaustão dos produtos da combustão 

  • Assegure-se de que o local e a instalação do aparelho cumprem as normas de ventilação e exaustão dos produtos da combustão.
  • Se o seu edifício tem instalado um sistema de extração mecânica coletiva, assegure-se de que funciona. Em caso de dúvida contacte uma empresa credenciada. 
  • Não tape as entradas de ar na cozinha, mesmo com temperaturas baixas.
  • Não é permitida a instalação de extratores mecânicos nos locais onde existam esquentadores ou caldeiras de extração natural.

Revisão de aparelhos

  • Periodicamente deve proceder-se à revisão dos aparelhos a gás, recorrendo a empresas credenciadas para o efeito.
  • Deverá fazê-lo igualmente se detetar alguma irregularidade, como por exemplo, se verificar que a chama deixa de ser estável e azulada e passar a apresentar-se instável, ruidosa ou fortemente amarelada.

Obras no pavimento ou nas paredes 

  • Antes de efetuar obras no pavimento ou nas paredes da sua casa procure identificar a localização das canalizações de gás.

Este artigo foi-lhe útil?

  • 79
  • 77

Se ainda tem dúvidas, contacte-nos.